Ocorreu um erro neste gadget
"CLIQUE NA TELA" > 2 vezes para tela cheia <> Neste Canal você assiste programação ao "VIVO da NASA"

Reading matters posted by > Rubens Lessa Explains


Instale a barra de ferramenta do Google e traduza páginas da web instantaneamente com a detecção de idioma automática.

Homem na Lua: 40 anos


Em 20 de julho de 1969, os astronautas americanos Neil Armstrong e Edwin "Buzz" Aldrin se tornaram os primeiros seres humanos a caminhar na Lua. Depois deles, mais 10 astronautas, todos dos EUA, exploraram a superfície lunar


Leia aqui o artigo completo




Como funciona
a Nasa

Como funciona o
ônibus espacial


Como funciona a Lua

Durante milhares de anos as pessoas olharam para a Lua, imaginando o que haveria por lá. Em 1969, um astronauta pisou nela. O que há de especial na Lua? Do que ela é feita, e por que ela se mostra de maneira diferente conforme mudam suas fases?



Como funcionarão
os robonautas

Como funcionava
a Apollo



STS-132 Shuttle Mission Imagery

Última caminhada espacial missão Hubble > Clik aqui acesse site NASA, Veja as últimas Notícias.

Washington, 17 mai (EFE).- Os astronautas do ônibus espacial "Atlantis" começaram hoje sua quarta e última caminhada espacial correspondente à missão no telescópio Hubble para consertar uma série de instrumentos.

Mike Massimino e Mike Good começaram seu trabalho às 10h45 de Brasília, meia hora depois do previsto, e a caminhada deve durar cerca de seis horas e meia.

Seu principal objetivo hoje será o conserto do Espectrógrafo de Imagens Telescópicas Espaciais (STIS), onde terão que substituir um circuito elétrico de baixa voltagem que contém um conversor de eletricidade com defeito.

Essa avaria fez com que o espectrógrafo ficasse sem funcionar desde agosto de 2004.

Além disso, os dois astronautas instalarão um novo painel isolante em uma das portas externas do telescópio.

No sábado, os astronautas John Grunsfeld e Andrew Feustel instalaram outro instrumento, o Espectógrafo de Origens Cósmicas, que permitirá detectar a luz de quasares distantes.

Também consertaram uma câmera do telescópio, estragada há cinco anos. Os dois astronautas conseguiram reparar dois de seus três objetivos.

Os engenheiros da Nasa (agência espacial americana) tinham calculado que a caminhada espacial do sábado seria a mais complicada da missão, mas a operação se desenvolveu sem incidentes e, inclusive, terminou um pouco antes do esperado.

Na sexta-feira, Massimino e Good instalaram novos giroscópios e baterias no Hubble, enquanto, na quinta-feira, o telescópio recebeu uma nova câmera e foi instalado um novo computador.

Com estas tarefas de reparação, antes de o "Atlantis" iniciar retorno à Terra, na terça-feira, a Nasa espera manter o telescópio espacial em operação durante um prazo de cinco a dez anos, durante o qual o Hubble poderá oferecer novos dados sobre dúvidas como a origem do universo ou a formação dos buracos negros.

Fonte:Yahoo